João Pessoa: 15 de julho de 2024

Fundac promove segunda edição do Festival de Talentos da Socioeducação

Publicado em: 19 de março de 2024

400e3f17-de32-4881-9481-023d3b416c89.jpg
e41910bf-dba1-4f8b-bc69-d9469a6e7d32.jpg
fcced6f4-74d9-4dc2-9fe9-de341343d4ce.jpg
WhatsApp Image 2024-03-18 at 17.32.43 (1).jpeg
WhatsApp Image 2024-03-18 at 17.32.43.jpeg
WhatsApp Image 2024-03-18 at 17.32.43 (3).jpeg
40648469-ec5f-4ec2-8377-38e27fbb9566.jpg
b60ba888-c518-4ec8-b620-8d2e4a244c30.jpg
f0f7b9d5-096f-4cc6-b4ff-d4ec3d779cdc.jpg
1 | 9

A Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac) realizou mais uma edição do Festival de Talentos da Socioeducação, na última sexta-feira (15), na Sala de Concertos José Siqueira, da Fundação Espaço Cultural (Funesc). A segunda edição do Festival oportunizou mais um momento cultural na história da socioeducação do estado da Paraíba, e reuniu mais de 50 socioeducandos e servidores em uma verdadeira mostra de habilidades, por meio da música, teatro, dança e poesia.

A ação é uma iniciativa da Fundac, por meio do setor de Esporte, Cultura e Lazer (Diretoria Técnica), coordenado por Nilton Santos, e busca incentivar o lado artístico dos que fazem a socioeducação no Estado e revelar as habilidades de muitos talentos escondidos atrás da rotina diária do sistema socioeducativo; além de promover intercâmbio cultural entre servidores e socioeducandos de todas as unidades administrativas da Fundação.

Durante a abertura do evento, o presidente da Fundac, Flavio Moreira, agradeceu ao setor de Esporte, Cultura e Lazer pela realização de mais um festival e a todos os servidores envolvidos em mais uma ação que marca a história da socioeducação do estado da Paraíba e já faz parte do calendário da Fundação.

“É uma imensa satisfação para mim estar aqui novamente junto com vocês no II Festival de Talentos, que traz exatamente a demonstração de que a cultura e a arte realmente transformam vidas e hoje isso se demonstra, mais uma vez, com essa verdadeira integração entre servidores e socioeducandos”, disse Flavio.

O II Festival Talentos da Socioeducação foi composto de duas modalidades: Socioeducandos (internação, semiliberdade, pós-medida) e Funcionários (efetivos, comissionados, prestadores de serviço e terceirizados). Na primeira modalidade, 38 socioeducandos apresentaram um total de 22 músicas, 14 poesias, uma peça teatral e uma apresentação de dança. Já na segunda modalidade, 20 funcionários se distribuíram em oito apresentações: duas bandas musicais compostas por professores da ECIS e seis mostras individuais (cinco músicas e uma poesia).

As habilidades nos diversos segmentos culturais desenvolvidos pelos participantes durante o festival foram avaliadas por uma comissão julgadora composta pelo poeta e teatrólogo Bento Júnior, pela cantora e compositora Myra Maya, e pelo filósofo e ator Marcos Oliveira, que pontuaram a desenvoltura, o domínio da linguagem, a comunicação com a plateia e o ineditismo de cada participante.

A premiação do tablet na categoria socioeducandos ficou para: L.M – CEA/JP, com a poesia: Sentimentos da Cadeia (1º lugar); L.C – Rita Gadelha, com a peça teatral: Valsa Número 6 de Nelson Rodrigues (2° lugar); e K.C. – Rita Gadelha, com a música autoral: Hoje eu Acordei Pensativa (3° lugar). Na categoria funcionários, o prêmio ficou para: 1° lugar – Banda Castelando (composta por professores do CSE), com a música: A Sombra da Maldade, de Toni Garrido; 2° lugar – assistente social Nathália Campos, com a música: Easy on me, de Adele; e 3° lugar – psicólogo Petrúcio Lima, com a música: Canta para mim, de Jessé Aguiar.

Flavio Moreira agradeceu ainda à presidenta do Espaço Cultural da Paraíba, Bia Cagliani, pela continuidade da parceria entre a Fundac e a Fundação, e ao secretário da Cultura, Pedro Santos, pelo apoio e carinho para com a socioeducação, e por prestigiar mais uma edição do Festival, desta vez, em nome do governador João Azevêdo, “que vem demonstrando total atenção à política de socioeducação, não apenas com palavras, mas investimentos que ultrapassam mais de 25 milhões de reais, nas estruturas das unidades socioeducativas do estado”, enfatizou.

Para o presidente da Fundac, a cultura é um dos caminhos mais curtos para a plenitude da vida em sociedade. “Continuaremos investindo fortemente em oportunidades para esses adolescentes e jovens, mostrando a qualidade dos nossos servidores, que se dedicam para promover a paz social por meio do nosso serviço”, concluiu.

SECOM

Tags:

Compartile: