João Pessoa: 12 de abril de 2024

João Azevêdo prestigia lançamento de livro de Guarany Marques Viana e destaca legado deixado pelo professor

Publicado em: 14 de março de 2024

PSX_20240313_215440.jpg
PSX_20240313_212943.jpg
PSX_20240313_214435.jpg
PSX_20240313_214727.jpg
PSX_20240313_214539.jpg
PSX_20240313_215046.jpg
PSX_20240313_214634.jpg
PSX_20240313_214014.jpg
PSX_20240313_214318.jpg
PSX_20240313_214104.jpg
PSX_20240313_213935.jpg
PSX_20240313_213824.jpg
1 | 12
Fotos: Francisco França

O governador João Azevêdo prestigiou, na noite desta quarta-feira (13), em João Pessoa, o lançamento do livro “Saneamento da Paraíba — Uma breve história”, de autoria do professor Guarany Marques Viana (in memorian). Considerado referência em saneamento básico, tendo sido um dos fundadores da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Guarany Marques Viana faleceu em 2022. A solenidade de lançamento da obra póstuma, que leva o selo da Editora A União, ocorreu no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), no bairro de Jaguaribe.

Em seu pronunciamento, o chefe do Executivo estadual destacou o legado deixado pelo professor Guarany Marques. “Não gostaria de falar apenas das qualidades técnicas de Guarany, pois isso é público e notório. A história de Guarany não é apenas saneamento; ela está no Centro Administrativo, está em estádio de futebol. O que fica na vida é o legado. E esse legado que Guarany deixou é uma coisa inestimável, é gigantesca. Eu digo isso com base no prazer real que eu tive de conviver com o professor Guarany Marques no dia a dia, no trabalho”, disse.

“Guarany era a irradiação verdadeira, a irradiação da luz, da energia,  da boa vontade, da disposição, da alegria constante. Esse livro será um legado para todos nós”, observou João Azevêdo.

O presidente da Cagepa, Marcos Vinícius, também ressaltou a trajetória profissional de Guarany Marques Viana. “A sua inquietude, visando sempre avançar, é descrita neste livro, momentos em que ele passa por uma série de órgãos, com muitos desafios nacionais. Essa obra é, em síntese, mais um gesto de grandiosidade do professor Guarany, na qual ele conta a história do saneamento de João Pessoa, da Paraíba, numa leitura profunda, mas extremamente fácil e prazerosa”, comentou.

Jamile Viana, viúva de Guarany Marques, contou a dedicação do marido em sua última obra. “Guarany levou dez anos para escrever esse livro — foi um trabalho de fins de semana, feriados, com pesquisas em bibliotecas de Portugal e também de seu arquivo pessoal, a memória dele era invejável. E hoje, com o apoio do Governo da Paraíba, se torna realidade o último sonho de Guarany”, disse, agradecendo a outros órgãos, como o TCE.

A solenidade de lançamento do livro do professor Guarany Marques Viana foi muito prestigiada. Estiveram presentes ao evento, além de amigos e familiares, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino; Deusdete Queiroga (Infraestrutura); João Alberto Viol (Abes); Luciano Pereira, secretário-executivo da Seinfra, que representou o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena; e a presidente da Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), Naná Garcez, responsável ainda pela revisão do livro, que tem apresentação do diretor do DER-PB,  Carlos Pereira.

Perfil — Nascido em Campina Grande no ano de 1942, Guarany Marques Viana se tornou referência no serviço público, deixando contribuições relevantes, principalmente na área do saneamento básico, sua grande paixão.

Competência e ética levaram o professor Guarany Marques Viana a ocupar diversos órgãos na Paraíba. Foi membro da Academia Paraibana de Engenharia (Apenge), ocasião em que ocupou a cadeira número 7.

Engenheiro civil, formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), se tornou ainda especialista em Engenharia Sanitária pela Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo, entre outras qualificações.

Mas foi a Paraíba o berço das muitas realizações pessoais e profissionais do professor Guarany Marques Viana — superintendente da Suplan, fundador da Cagepa e professor da UFPB são alguns dos exemplos.

SECOM

Tags:

Compartile: