João Pessoa: 17 de abril de 2024

Primeira-dama Ana Maria Lins é homenageada em Sessão Especial da Câmara Municipal de João Pessoa

Publicado em: 12 de março de 2024

PSX_20240311_172841.jpg
PSX_20240311_174107.jpg
PSX_20240311_172802.jpg
PSX_20240311_171255.jpg
PSX_20240311_173410.jpg
PSX_20240311_173332.jpg
PSX_20240311_173456.jpg
PSX_20240311_173257.jpg
PSX_20240311_173152.jpg
PSX_20240311_173222.jpg
PSX_20240311_172917.jpg
PSX_20240311_173047.jpg
PSX_20240311_173121.jpg
PSX_20240311_173001.jpg
PSX_20240311_171104.jpg
PSX_20240311_171024.jpg
PSX_20240311_171141.jpg
PSX_20240311_170845.jpg
PSX_20240311_170927.jpg
1 | 19
Fotos: Francisco França

A primeira-dama da Paraíba, Ana Maria Lins, foi homenageada, na tarde desta segunda-feira (11), em Sessão Especial da Câmara Municipal de João Pessoa para celebrar o Dia Internacional da Mulher, que transcorreu na última sexta (8). Ana Maria Lins foi agraciada com o Diploma Mulher Cidadã Ednalva Bezerra de Lima, cuja honraria busca enaltecer o trabalho de mulheres com relevantes serviços prestados à população da Capital paraibana e leva o nome de uma das maiores ativistas em defesa da luta das mulheres por igualdade — a campinense Ednalva Bezerra, que faleceu em 2007.

Como presidente de Honra do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde), Ana Maria Lins tem desenvolvido diversas ações junto ao Governo para fortalecer o segmento, beneficiando centenas de mulheres artesãs, promovendo independência financeira e qualidade de vida. Igualmente importante e também lembrada tem sido a atuação dela junto a entidades que atendem pessoas em vulnerabilidade social, com destaque para idosos e crianças.

Durante a solenidade, da qual participou também a segunda-dama Camila Mariz, a primeira-dama agradeceu a homenagem da Câmara Municipal da Capital e destacou as ações do Governo da Paraíba no fortalecimento dos direitos da mulher. “É com muita gratidão que eu recebo essa homenagem da Câmara Municipal de João Pessoa. Ouvir a população, principalmente as nossas mulheres, e levar seus anseios ao governador João Azevêdo, ao Governo do Estado como um todo, é um compromisso que me dá muita alegria. Receber uma homenagem incentiva esse meu singelo trabalho ainda mais”, disse Ana Maria Lins.

Em seu discurso, a primeira-dama evidenciou várias conquistas da população feminina e as iniciativas do Governo da Paraíba na proteção dos direitos da mulher. “Na Paraíba, que nossa voz é ouvida, nossos pleitos são atendidos porque contamos com um Governo sensível às nossas lutas, que amplia políticas públicas, proporcionando uma das redes de proteção à mulher mais sólidas do País”, comentou.

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Dinho Dowsley, evidenciou a competência das mulheres e a conquista delas por espaços em diversos setores da sociedade. “Talento elas têm de sobra. Não à toa temos a primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, e também de João Pessoa, Lauremília Lucena, que, na política, representam a sociedade,  junto às comunidades, no social como um todo”, acrescentou.

Além da primeira-dama do Estado, foram agraciadas com a honraria Diploma Mulher Cidadã Ednalva Bezerra de Lima a primeira-dama do município de João Pessoa, Lauremília Lucena; a desembargadora Maria de Fátima Maranhão; defensora-geral da Paraíba, Madalena Abrantes; a senadora Daniella Ribeiro, que foi representada pela vereadora de Campina Grande Eva Gouveia; a superintendente do Procon-PB, Késsia Liliana; a curadora do PAP, Janete Rodriguez; e a gestora do PAP, Marielza Rodriguez, entre outras — foram 21 mulheres homenageadas de diversos segmentos.

Para Marielza Rodriguez, a honraria que, além do presidente da Câmara, foi proposta pelos vereadores Marcílio do HBE e Marcos Henriques, é o reconhecimento de todo um trabalho que vem sendo realizado ao longo da gestão do governador João Azevêdo. “É uma satisfação muito grande, durante uma homenagem como esta, ao lado da primeira-dama Ana Maria Lins. É a prova de que estamos no caminho certo, todo o Governo está fazendo por um segmento que tem cerca de 80% de mulheres”, disse.

SECOM

Tags:

Compartile: