João Pessoa: 17 de abril de 2024

Governo da Paraíba apresenta plano para ampliação da assistência aos pacientes com câncer

Publicado em: 6 de março de 2024

CIB_Plano Estadual de Oncologia_02.jpeg
CIB_Plano Estadual de Oncologia_01.jpeg
CIB_Plano Estadual de Oncologia_03.jpeg

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), apresentou, nesta terça-feira (5), o Plano Estadual de Oncologia aos gestores municipais de saúde, durante a 2ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB). O documento, que foi aprovado durante o encontro, propõe a ampliação da rede de assistência aos pacientes com câncer, ofertando procedimentos e tratamentos nas diversas regiões do Estado. A agenda ocorreu no auditório da Funad, em João Pessoa, e contou com a presença dos 223 municípios e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

De acordo com o secretário de Saúde da Paraíba, Jhony Bezerra, o plano visa ampliar a rede própria do Estado, para que os hospitais regionais também possam realizar procedimentos oncológicos, desde o diagnóstico, estadiamento, até as cirurgias oncológicas. Ele explica que a intenção é também o fortalecimento de unidades oncológicas já existentes, a exemplo do Hospital do Bem, com ampliação de leitos, aquisição do acelerador linear para proporcionar radioterapia e braquiterapia, e aquisição do pet scan para a realização de ressonância e diagnóstico, trazendo total independência para o tratamento oncológico no sertão.

O gestor destaca que, inicialmente, o Governo do Estado investirá R$ 40 milhões para a assistência oncológica. E reforça que irá manter a parceria com os municípios de Campina Grande e João Pessoa, que já administram a oncologia no estado.

“Estamos lutando para que os paraibanos tenham mais assistência, principalmente quando envolve uma doença como o câncer, que precisa do diagnóstico rápido, do estadiamento rápido e de um tratamento em curto prazo para garantir a cura. Precisamos dar uma prioridade a esses pacientes oncológicos, desde o diagnóstico, a realização de exames para o estadiamento, e proporcionando a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia em curto espaço de tempo, para ter êxito no tratamento oncológico”, pontuou.

Jhony Bezerra lembra que, na última CIB, foi pactuada a gestão dupla de hospitais filantrópicos que prestam serviços de alta complexidade na área de oncologia. O objetivo é ampliar e garantir o acesso aos usuários do SUS, possibilitando novas contratualizações pelo órgão, sem prejuízo com os contratos já existentes entre os municípios de João Pessoa e Campina Grande.

Na agenda desta terça-feira também foi aprovado o regulamento da telemedicina, representando um avanço para a Central Estadual de Regulação. E a aprovação da Habilitação em Neurocirurgia endovascular/Trombectomia mecânica no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires.

SECOM

Tags:

Compartile: