João Pessoa: 18 de julho de 2024

Campanha combate importunação sexual nas prévias e festejos carnavalescos da Paraíba

Publicado em: 6 de fevereiro de 2024

campanha equipe.jpeg

A Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh), por meio da Gerência Operacional de Enfrentamento à Violência Doméstica, está nas ruas nas prévias carnavalescas e durante todo o Carnaval 2024 com a campanha contra importunação sexual realizada em parceria com a Rede Estadual de Atenção à Mulher Vítima de Violência.

A ação visa distribuir leques e adesivos informativos durante os blocos e festejos para sensibilizar a população sobre a importunação sexual. O material informativo contém os telefones e meios sobre como pedir ajuda, além de visibilizar a Lei 13.718/18, que prevê pena de um a cinco anos de prisão por esse tipo de crime.

De acordo com a gerente Executiva de Gênero, Joyce Borges, as atividades preventivas tiveram início na abertura oficial das prévias de carnaval, em João Pessoa, realizada na última quinta-feira (1º), no Ponto de Cem Réis. Ela explica que a ação foi realizada também em parceria com a Secretaria de Juventude Esporte e Lazer (Sejel), que está com um time de pessoas com a campanha “Previna-se” entregando preservativos e conversando com os foliões jovens e adolescentes sobre a prevenção contra ISTs e Aids.

Nosso maior objetivo é levar informação e alertar sobre o crime de importunação sexual e a importância do respeito à mulher no Carnaval. Então, é importante entender e respeitar o ‘não é não’ e viver uma festa com alegria e limites. Caso a mulher se sinta importunada, ela deve buscar ajuda por meio da polícia, ligando para os números 190 [PM] e 197 [Civil], em casos de denúncia”, explicou Joyce Borges.

A Semdh está distribuindo 50 mil leques e 50 mil adesivos e o material também está chegando nas cidades do interior por meio do Fórum de Gestoras de Políticas Públicas para Mulheres na Paraíba. As prefeituras e coordenadoras de Organismos de Políticas para Mulheres já receberam o material para trabalhar durante as festas de Carnaval.

SECOM

Tags:

Compartile: