João Pessoa: 27 de fevereiro de 2024

Pasm registrou mais de 4,6 mil atendimentos e teve estrutura ampliada este ano

Publicado em: 15 de dezembro de 2023

O Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm), que funciona no Complexo Hospitalar de Mangabeira (CHM), registrou mais de 4,6 mil atendimentos no período de janeiro até novembro de 2023. Este ano, a Prefeitura de João Pessoa realizou uma reforma e ampliação na unidade para oferecer mais conforto e qualidade na assistência oferecida aos usuários.

Para a coordenadora do Pasm, Alexina Bezerra, a reestruturação no local, realizada no mês de setembro, proporcionou um ambiente mais acolhedor para os usuários e seus familiares. “A humanização é fundamental para o nosso serviço, pois recebemos qualquer pessoa que apresente alteração de comportamento, que traga prejuízos para si ou para terceiros”, afirmou.

Com um investimento de R$ 180 mil na ampliação, o serviço ganhou dois novos consultórios psiquiátricos; quatro novos leitos de observação para estabilização de crise, passando a contar com um total de 12; uma sala de triagem para acolhimento do paciente; espaço para atendimento às famílias; espaço de lazer; além de mais comodidade com a climatização dos ambientes.

De acordo com Alexina Bezerra, a procura da população pelo serviço está crescendo nos últimos meses. “A nossa demanda vem aumentando significativamente, em virtude de ser o único serviço de assistência imediata em psiquiatria no município”, destacou.

O número de atendimentos no Pasm aumentou 11,8% em relação ao ano passado, considerando o mesmo período de tempo. Enquanto em 2022 foram registrados 4.129 atendimentos de janeiro até novembro, em 2023 o número foi de 4.617, resultando numa média que passou de 375 para 419 usuários acolhidos a cada mês.

A estudante Clara (nome fictício), 22 anos, foi atendida no serviço no início do ano após uma situação de urgência psiquiátrica. “Fez bastante diferença na minha vida, pois eu estava passando por período muito complicado, não sabia o que fazer, e acho que surtei com tudo o que estava acontecendo. Daí minha irmã me levou ao Pasm para que eu saísse daquele estado em que eu me encontrava. No primeiro momento, tive um pouco de resistência, mas fui acolhida pela equipe, passei pela estabilização e fui encaminhada para acompanhamento em outros locais”, relembrou.

Serviço – No Pasm, são oferecidos atendimentos 24 horas de urgência e emergência psiquiátricas, como surtos psicóticos, uso compulsivo ou abstinências de álcool e outras drogas, tentativa de suicídio, ansiedade e depressão aguda. Os serviços incluem escuta psicológica, consulta psiquiátrica, consulta psicológica, consulta de enfermagem e orientação familiar.

Após passar pela urgência, a maioria dos pacientes é encaminhada para tratamento na rede de saúde mental, que inclui as policlínicas e centros de atenção psicossocial. Nos casos em que há necessidade, o paciente poderá ficar nos leitos de observação do Pasm por até 72h. Após esse período, se o paciente precisar de tratamento de longa permanência, será encaminhado, via regulação, ao Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira, administrado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

O serviço atende, também, usuários dos municípios de Bayeux, Santa Rita e Cabedelo. Além do atendimento por demanda espontânea ou por meio de familiares, o Pasm também recebe pacientes encaminhados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A unidade está localizada na Rua Agente Fiscal José Costa Duarte, s/n, Mangabeira, anexo ao Complexo Hospitalar de Mangabeira (CHM). O telefone para contato é (83) 3213-7564.

  • Texto: Thibério Rodrigues
    Edição: Felipe Silveira
    Fotografia: Sérgio Lucena

Compartile:

Tags: