João Pessoa: 24 de fevereiro de 2024

Corais da Paraíba e Pernambuco participam do Chorus Fest 2023 nesta sexta-feira (8)

Publicado em: 7 de dezembro de 2023

coro sinfônico da paraíba (1).jpeg
sonetto vocali.jpeg
coral unipê.jpeg
coral infantil da paraíba (3).jpeg
coral_lourdinas.jpeg
coral do tribunal de contas.jpeg
coral das ladies.jpeg

Dez corais da Paraíba e de Pernambuco se apresentam, nesta sexta-feira (8), no Chorus Fest 2023. O evento começa às 18h, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa. O ingresso, de caráter filantrópico, será facultado a doação de brinquedos, roupas ou 1kg de alimento, que serão entregues em comunidades carentes.

O evento anual é uma realização da Orquestra Sinfônica da Paraíba, com direção geral do maestro João Alberto Gurgel, que criou o Chorus Fest em dezembro de 2013. No ano seguinte, a OSPB abraçou o evento juntamente com a iniciativa privada, como o Unipê, e com órgãos públicos, a exemplo do Tribunal de Contas da Paraíba. Desde então tem sido realizado, de forma itinerante, na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, Igreja da Misericórdia, Teatro Paulo Pontes, Centro Cultural Ariano Suassuna (TCE-PB), Unipê e Sala de Concertos do Espaço Cultural.

O Chorus Fest visa a popularização do canto coral para todos os públicos e gostos. Conta com a participação de corais selecionados dentre seu núcleo de atuação em João Pessoa, encabeçados pelo Coro Infantil da Paraíba e Coral Universitário Unipê, e também coros convidados, que se apresentam, em tom de congraçamento natalino, para integrantes e comunidade.

Os coros desta edição são: Coro Infantil da Paraíba, Coral Universitário Unipê, Coro Sinfônico da Paraíba, Coral do Tribunal de Contas da Paraíba, Coral Maestro Maurício Gurgel, Coral Ladies, Coral das Lourdinas, todos de João Pessoa, e ainda Coral Sonetto Vocale e Coral Bom Dia!, do Recife (PE) e Coral Afag, de Olinda (PE). João Alberto Gurgel, Anderson Correia e Jadson Oliveira são os maestros participantes.

“O evento tem o intuito de oferecer uma mostra de coros em diversos estilos, em pleno final de ano, de uma forma descontraída, mesclando coros e repertórios, oferecendo um entretenimento musical leve, agradável e de qualidade”, explicou o maestro Gurgel.

Participantes

Coro Infantil da Paraíba – É uma atividade desenvolvida pela Orquestra Sinfônica da Paraíba, com o intuito de levar o canto coral à comunidade e juventude paraibana. É formado por jovens coristas de idades entre 8 e 15 anos, oriundos de diversos pontos da Capital.

O grupo apresenta uma nova concepção para a prática do canto coral, onde existe plena interação com o corpo, voz, música, emoção e criatividade. Desta forma, os resultados obtidos demonstram que a criança amplia e liberta a criatividade, afetividade, raciocínio, socialização e autoestima, bem como a consciência corporal.

Componente dos núcleos musicais da OSPB, o coro tem se apresentado em eventos, solenidades diversas e festivais de cunho nacional, além de participações junto à Orquestra Sinfônica Infantil da Paraíba.  O Coro Infantil da Paraíba tem, eu seu corpo técnico, a direção do maestro João Alberto Gurgel, contando também com a inspetoria de Egon Elgueta, e suporte técnico do pianista Ricardo Brito e do percussionista Thiago Jorge.

Coral Universitário Unipê – Foi criado em 2001 com o objetivo de oferecer cultura, lazer e congraçamento aos alunos deste centro universitário. Renovado semestre a semestre, o grupo é composto por cerca de 60 alunos de diversos grupos de graduação.

Embora seja uma atividade extracurricular, as metodologias didáticas e disciplinares aplicadas no coral atentam e complementam a boa formação do indivíduo, como cidadão e profissional. O coral é convidado constantemente a se apresentar em programas, projetos e shows, juntamente com outras atrações musicais mais convencionais, como artistas e bandas de renome. A regência é do maestro João Alberto Gurgel.

Coral do Tribunal de Contas da Paraíba – Foi fundado em 1998 pelo então presidente do TCE-PB, conselheiro Marcos Ubiratan Guedes Pereira, contando também com o incentivo das gestões posteriores até a atualidade. O repertório do grupo tem características ecléticas devido ao seu principal objetivo, que se resume em proporcionar lazer e entretenimento aos seus integrantes, cantado melodias dos mais diversos gêneros, mantendo o equilíbrio entre o erudito e o popular, porém, sem se descuidar do lado cultural peculiar ao canto coral.

O Coral do TCE tem quatro CDs e um DVD gravados, que confirmam a ideologia de um repertório extremamente versátil. O grupo, que já participou de importantes festivais em todas as regiões do país, tem o maestro João Alberto Gurgel como regente desde sua fundação.

Coral Maestro Maurício Gurgel – É um grupo vocal autônomo. Possui cerca de 30 integrantes que foram selecionados de outros coros. As atividades do grupo, que teve como primeiro nome Coral Vozes do Sanhauá, foram implantadas em 1991, tendo como regente idealizador e fundador o maestro Maurício de Matos Gurgel.

O objetivo principal é divulgar o canto coral, cantando repertório diversificado – que vai desde o canto gregoriano até a música popular contemporânea. Para isso, tem se apresentado, nos seus 28 anos de atuação, em várias cidades da Paraíba e outros estados do Brasil.

Com o falecimento do regente, em junho de 2016, o coro passou a ser dirigido pelo maestro Anderson Correia. Ao final do ano de 2016, em homenagem a seu fundador, recebeu o nome de Coral Maestro Maurício Gurgel.

Coro Sinfônico da Paraíba – Fundado em 1960, é um dos grupos oficiais da Orquestra Sinfônica da Paraíba, formado por coristas da mais larga experiência e das mais variadas idades e profissões, que desenvolvem o gosto pelo canto coral, com o objetivo de proporcionar a todos uma música de qualidade.

Tem atuado junto à Orquestra Sinfônica e Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, em diversos concertos, com grande repercussão no meio musical, apresentando importantes obras para coro e orquestra, além de concertos didáticos e populares. O grupo tem, em seu currículo, inúmeras apresentações em festivais nacionais e internacionais em diversas partes do Brasil e em encontros de coros. O Coro Sinfônico tem como regente o maestro Daniel Berg.

Coral Ladies – É formado por senhoras da maioridade, pertencentes ao Clube Cidade Verde, localizado próximo ao Espaço Cultural, que promove várias atividades voltadas ao bem-estar desta faixa etária, desde aula de música e teatro, a ginástica, dança, laboratórios e eventos específicos. O maestro João Alberto Gurgel dirige o Coral Ladies, desde 2009.

Coral Lourdinas – Parte de um projeto incomum na educação musical colegial brasileira, o Colégio Lourdinas, que sempre manteve a prática do canto coral desde a década de 1950, mantém, atualmente sob a regência do maestro João Alberto Gurgel, um grupo de coral por sala de aula dentre as séries que possuem música em sua grade curricular. Cada coral tem suas características peculiares, com a participação total de seus integrantes.

Sonetto Vocale – Idealizado pelo maestro Jadson Oliveira, tem como principal objetivo difundir a música nos seus mais diversos estilos e gêneros, o grupo atua com formatos variados: solo, dueto, quarteto, grupo vocal, coral e grande coro. Atua também em eventos institucionais, casamentos, cantatas e festivais, entre eles o Religare Cânticus 2018, 2022 e 2023, o Encor 2021, Cantata Natalina da Fundaj 2021, Fepac 2022 e 2023 e Festival de Corais de Penedo (AL) em 2022.

Grupo Vocal Bom Dia! – Fundado em 2016, é formado por músicos, profissionais e amadores, sob a regência do maestro Jadson Araújo de Oliveira. Tem como objetivo principal a utilização dos efeitos positivos da música, da poesia e do ouvir, nos hospitais, abrigos, creches e orfanatos. Cantando a quatro vozes, é atuante do movimento de canto coral, tendo participado da Primeira Cantata Natalina da Fundação Joaquim Nabuco, em 2016, da Serenata Natalina de Olinda, do Recital Beneficente de Canto, Festival Nacional de Corais de João Pessoa (2019), Festival Virtual de Corais da Cidade de Natal, do Festival Internacional de Coros Natalinos da UnP – Natal (RN), do Religare Cânticus, entre outros.

Coral Espírita Afag Olinda – Foi fundado em 1996, com o objetivo de divulgar a Doutrina Espírita, cuja meta é integrar as pessoas sem nenhuma discriminação, quando todos acreditam no mesmo Deus, cantando a quatro vozes músicas sacras, evangelizadoras, eruditas, folclóricas e populares. É um dos grupos pioneiros no movimento do Canto Coral Espírita em Pernambuco. Participa de festivais como: Ferec, Fenace Cantatas Natalinas, Natal Solidário da Rede Globo  Nordeste,   Paixão de Cristo do Recife, além de abrigos, orfanatos, colégios, centros espíritas e igrejas católicas. Tem se apresentado com peças teatrais e em 2017 lançou o CD do Musical Infantil Jardim de Deus.

Regentes

João Alberto Gurgel – É graduado pela Universidade Federal da Paraíba e dirige e produz arranjos para corais desde 1992. Além de atuar como regente do Coro Infantil da Paraíba desde 2008, é também o regente do Coral Universitário Unipê desde 2001, do Coro do Tribunal de Contas do Estado desde 1998, do Coral Ladies (Clube da Melhor Idade Cidade Verde) desde 2009, e já esteve à frente de grupos como o Coral da Cultura Inglesa, Coral das Lourdinas, Coral do Instituto Sagrado Coração de Jesus, Coro do Ministério Público da Paraíba, Coral do Colégio Instituto João XXIII, entre outros. Também atuou como regente do Coro Sinfônico da Paraíba no período de 2009 a 2013.

No início da Pandemia do Covid-19, no ano de 2020, foi pioneiro na criação, produção e propagação das inusitadas apresentações virtuais de coros, em vídeos produzidos a partir de telefones celulares. João Alberto é filho do maestro Maurício Gurgel (in memoriam), um dos principais nomes do movimento coralista paraibano.

Anderson Correia – É graduado em Música pela UFPB. Tem atuado desde 1999 como regente e diretor musical de diversos corais, destacando-se o Grupo Amadeus, do Instituto de Religião d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e outros grupos desta igreja. Também foi regente ou regente assistente, entre os anos de 2006 a 2015, dos seguintes grupos: Coral da Facene, Coral do Hospital Edson Ramalho, Coral Sinfônico e Infantil da Paraíba, Coral Vozes do CPAM e Coral Vozes do Sanhauá.

Jadson Araújo de Oliveira – Natural de Paulista (PE), iniciou o estudo da música aos oito anos com o seu pai, João Cavalcante (in memoriam). Atua como maestro, arranjador vocal, instrumental e produtor cultural. É licenciado em música pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e atua como maestro de coral desde o ano de 1991. No decorrer de mais de 30 anos de experiência, regeu diversos corais de empresas, religiosos e independentes. Participou de encontros e Festivais de Corais em diversos estados brasileiros, na Argentina e na Itália. É membro efetivo da Academia Pernambucana de Música, onde ocupa a cadeira nº 14.

Serviço

Chorus Fest 2023

Dia: 08/12/2023 (sexta-feira)

Hora: 18h

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, Espaço Cultural

Entrada: Brinquedos, roupas ou 1kg de alimento não perecível

SECOM

 

Compartile:

Tags: