João Pessoa: 21 de fevereiro de 2024

Secretário de Infraestrutura apresenta avanços, metas e planos de continuação de obras

Publicado em: 6 de dezembro de 2023

Em audiência pública de discussão da Lei Orçamentária Anual (LOA), para o exercício financeiro de 2024, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) relatou avanços, novas metas e continuação de obras. “Atualmente temos 1.219 ordens de serviços no valor de R$ 592 milhões, das quais 450 estão concluídas e o restante em andamento. Tem R$ 412 milhões em licitações novas em andamento e R$ 140 milhões em orçamento, fruto também da aprovação desta Casa, que com mais de R$ 100 milhões vai nos possibilitar licitar cerca de 400 ruas. A meta deixou de ser 1.100 para 1.500 ruas pavimentadas, com drenagem e acessibilidade para o idoso e para o cadeirante”.

Além das pavimentações, o secretário ressaltou que um projeto importante na Seinfra é o de drenagem: “No dia 26 de fevereiro de 2021, tivemos uma chuva de 138 milímetros em 24h, na nossa cidade. A Seinfra, junto com a Defesa Civil, mapeou 110 pontos de alagamento. Começamos a estudar, a trabalhar esses pontos de alagamento e a fazer as obras. Neste ano, em maio, tivemos uma chuva de 178 milímetros em 24h e a cidade se comportou melhor do que da outra vez. Isso é fruto desse trabalho de drenagem. Temos quatro equipes que analisam debaixo da terra, uma equipe de projetistas, conseguimos recursos com o secretário de planejamento para realizar as obras de drenagem”.

Sobre o programa de LED, que se propõe a promover iluminação mais eficiente, Rubens contou que a gestão decidiu fazer uma ampliação: “Já são 19 bairros, todos em LED. Essa gestão não fez só a rua em LED, ela decidiu fazer todo o bairro, para que não discriminasse ninguém. Então nós estamos com o restante da cidade em licitação no momento”. Ele ainda relatou outras ações e projetos: “Temos o programa de escola que conta com 32 escolas inauguradas e na semana que vem inauguraremos mais uma. São 35 em obras e mais de 60 em contratação. A ideia é até o final da gestão, em 2024, a gente esteja fazendo algum trabalho em todas as unidades escolares da nossa cidade; são várias as obras de mobilidade, como o Parque da Cidade, binários que foram estudados pela Seplan e pela Semob; temos um trabalho com praças, já são mais de 15 praças e seis em licitação, algumas já em um padrão novo. A gente vem melhorando com o espaço pet e sempre buscando a pauta da inclusão; diversas ações no centro histórico, fizemos a reforma do Hotel Globo, da Praça Antenor Navarro, estamos reformando o Conventinho, estamos para iniciar a licitação do antigo prédio do Clube Cabo Branco, onde vai funcionar a Funjope, concluímos o empraçamento da Rua Duque de Caxias e do Ponto de Cem Réis, que será em breve licitado”.

Rubens disse que há mais de 110 km implantados no projeto de asfalto e outras licitações que criam binários visando o desafogamento e criação de alternativas de trânsito para a cidade. “A cidade cresceu muito. Temos 432 anos e muita coisa não pode se mexer, muitas ruas não podem ser enlarguecidas porque são tombadas pelo patrimônio histórico estadual e federal. Isso tudo nos traz um grande desafio de manter a historia da nossa cidade e poder crescer e melhorar sua mobilidade”, ponderou”.

Quanto ao Parque da Cidade, ele comentou: “É uma grande obra. O prefeito já autorizou que providenciássemos licitação para a segunda etapa, com o túnel de acesso por baixo do ‘Retão’ para desafogar ainda mais o fluxo na região do Bessa. Estamos preparando todo o entorno do Bessa porque a gente sabe que com a mudança do zoneamento, vamos ter prédios altos, que antes não tínhamos por causa do ponto de voo. Então estamos requalificando mais de 40 ruas. Temos mais de 20 obras sendo requalificadas para receber o aumento de moradias que vai acontecer no Bessa. Vamos licitar o entorno do parque, o contorno e também uma rotatória ligando o parque à BR, estamos instalando binários e tendo cuidado com coisas pequenas também”.

O secretário acrescentou que as reforma do Mercado do Bessa e de Cruz das Armas estão próximas da conclusão, enquanto que há uma relicitação do Mercado do Bairro dos Estados, e ordens de serviço dadas para o Mercado do Valentina e do Rangel. “É outro trabalho muito difícil em que temos contado com a ajuda dos comerciantes, porque não estamos fechando os mercados, estamos trocando os pneus com os carros andando”, acrescentou.

O secretário Rubens informou o número de 600 milhões investidos em obras em andamento.

O vereador Marcos Henriques elogiou o programa de calçamento de ruas da gestão, mas demonstrou preocupação com o calçamento de ruas sem o sistema de saneamento básico, a ser realizado pela Cagepa. Rubens Falcão afirmou que o calçamento das ruas do Bessa já está sendo feito em conjunto com o saneamento da Cagepa, mas que os ógãos possuem metas diferentes. “Os prazos são desencontrados. Temos até 2024 para calçar, eles até 2033. Temos que conciliar essa situação. João Pessoa tem 75% de rede coletora, mas não tínhamos como esperar até 2033 para concluir”, explicou o secretário.

CMJP

Compartile:

Tags: