João Pessoa: 27 de fevereiro de 2024

Grupo ‘Mulheres na Roda de Samba’ é atração do Sabadinho Bom

Publicado em: 24 de novembro de 2023

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) apresenta, nesta edição do Sabadinho Bom, o grupo Mulheres na Roda de Samba, trazendo para o público um repertório que destaca as mulheres compositoras, lembrando nomes como Ivone Lara e Teresa Cristina. O evento, que acontece na Praça Rio Branco, Centro da cidade, começa ao meio-dia.

“É uma alegria grande para nós, da Funjope, poder ofertar à cidade de João Pessoa essa apresentação das Mulheres na Roda de Samba porque sabemos da importância da mulher na música brasileira e, sobretudo, no samba. Elas vão fazer um repertório de mulheres interpretando mulheres”, comenta o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Isso, segundo ele, mostra a posição que elas têm na estrutura musical do país, dá visibilidade à mulher compositora e cantora e, ao mesmo tempo, reafirma a força do Sabadinho Bom como um evento cultural, social e de encontro das famílias de João Pessoa, na Praça Rio Branco. “É extremamente importante para nós, nesse período que vivemos. É um momento muito especial para a cultura de João Pessoa e para a cultura brasileira. E todos ganham ao termos as mulheres na roda de samba no Sabadinho Bom, o público, a sociedade e a Funjope, porque conseguimos marcar essa presença feminina forte no samba de João Pessoa e no samba brasileiro”, acrescenta o diretor.

Para a cantora Clara Bione, líder do grupo, o Sabadinho Bom é um projeto de grande importância, onde todos têm a oportunidade de conhecer a musicalidade paraibana. “Sempre que posso, estou lá como apreciadora e é belíssimo ver os senhores e senhoras dançando o chorinho, o samba, de uma riqueza que jamais pode deixar de existir. As gerações se encontram para vivenciar a arte acessível a todos”, declara.

O repertório, que tem o samba como carro-chefe, foca nas mulheres compositoras, como Ivone Lara, Teresa Cristina e também traz composições de Clara Bione. Músicas como Sonho Meu, de Ivone Lara; Candeeiro, de Teresa Cristina; Conchinhas do mar, de Clara Bione, além de outras músicas compostas por mulheres.

Mulheres na Roda de Samba traz em sua formação Mariana Rampazzono surdo e percussão geral; Dayse Fonseca no cavaquinho e voz; Soraya Longo na voz; Clara Bionena voz e pandeiro; Mariana Bulhões no violão; Flávia Araújo na voz e tantan.

“Para o grupo Mulheres na Roda de Samba tocar no Sabadinho Bom é um momento de grande importância. Uma grande alegria estar apresentando um samba composto por mulheres protagonistas. Queremos sentir toda a energia que o público do Sabadinho Bom sempre leva no samba com essa mulherada arretada”, afirma Bione.

Ela ressalta ainda que, durante muito tempo, o samba foi um reduto masculino, onde a mulher não tinha vez e a música composta por mulheres não era permitida. “A grande Ivone Lara usou, durante muito tempo, um pseudônimo masculino para ter sua música aceita. Samba é luta, resistência, e convido, com todo carinho, nossa cidade a prestigiar o samba protagonizado por mulheres. Salve, salve as Mulheres na Roda de Samba. Chega junto que vai ser um momento lindo”, completa a cantora.

  • Texto: Lucilene Meireles
    Edição: Felipe Silveira
    Fotografia: Daniel Silva

Compartile:

Tags: