João Pessoa: 21 de fevereiro de 2024

Revisão do Plano Diretor da Capital é tema na CMJP

Publicado em: 16 de novembro de 2023

Líder de oposição, Marcos Henriques, alegou que existe uma investigação de plágio da peça elaborada

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), desta quinta-feira (16), o vereador Marcos Henriques (PT) solicitou a retirada de pauta da revisão do Plano Diretor da Capital paraibana. O parlamentar alegou que existe uma investigação de plágio da peça elaborada, com diversas referências a leis de Brasília e do Paraná.

“Essa Casa afirma que vai votar o Plano Diretor ainda esse semestre. Eu fico muito apreensivo quando vejo uma denuncia indicando que 72% desse Plano Diretor foi plagiado. Isso é algo inimaginável! Esse mecanismo chamado iThenticate (serviço de detecção de plágio para o mercado corporativo) que afere toda questão legal, detectou esse plágio no plano”, alegou o vereador.

“Coincidentemente, o plágio é retirado de locais em que a empresa, que elabora o plano em nossa cidade, elaborou: Brasília e Paraná” asseverou o vereador que explicou que a consequência do plagio é que a cópia não leva em conta  questões locais, com o meio ambiente, dados socioambientais e de habitações. “Não reflete as necessidades do nosso povo”, assegurou.

O parlamentar afirmou que o Plano de João Pessoa custou R$ 3,4 milhões e começou com uma discussão resumida, além de não ter as informações necessárias à disposição da população. “Protocolei um requerimento solicitando a retirada de pauta desse Plano Diretor, até que essa questão de plágio seja esclarecida, porque isso é uma contravenção. Enquanto vereador de João Pessoa peço esclarecimento. Não podemos conceber que o dinheiro da Prefeitura seja passado pelo ralo”, defendeu.

SECOM

Compartile:

Tags: