João Pessoa: 24 de fevereiro de 2024

Governo da Paraíba firma parceria e Sine-PB vai intermediar mais de mil vagas de emprego no Curimataú

Publicado em: 16 de novembro de 2023

O Sine estadual será o órgão que vai intermediar as mais de 1000 vagas de emprego para atuação nas obras de construção do Complexo Eólico Serra da Palmeira, no município de Picuí, no Curimataú paraibano. O acordo firmado pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano, com a Prefeitura de Picuí, foi intermediado pela CTG Brasil, uma das maiores geradoras de energia limpa do País e responsável pela implementação e operação do Complexo Eólico na Paraíba.

As vagas serão direcionadas para os cinco municípios contemplados pelo empreendimento: São Vicente do Seridó, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Baraúna e Picuí.

Conforme a secretária do Desenvolvimento Humano, Pollyanna Dutra, o objetivo dessa parceria junto com o Sine Estadual é atuar na execução dos serviços de cadastros e encaminhamentos de currículos nas vagas de emprego que serão ofertados pela empresa na construção do parque. Nos próximos 30 meses serão geradas de maneira direta até 1.200 vagas, promovendo, assim, desenvolvimento local e geração de emprego e renda.

“O maior e melhor programa de governo é a empregabilidade. É nisso que acreditamos e é por isso que firmamos essa parceria, assinando termo de cooperação também para instalação do Sine em Picuí, facilitando o acesso ao emprego na região, nesse complexo de energias renováveis. Serão mais de mil empregos gerados”, destacou.

A secretária ainda reiterou o viés social e de sustentabilidade da empresa: “Fizemos questão de conhecer de perto e destacar algumas preocupações. Assim sendo, fizemos uma reunião com representantes da empresa para garantir que a sua atuação vá além dos empregos, garantindo desenvolvimento e o menor impacto possível na região, com atenção especial para ações sociais e proteção do meio ambiente”.

Com 10 anos de atuação, a CTG Brasil é uma das maiores geradoras de energia do País. Ela possui investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 12 parques eólicos.  “O Sine é um dos maiores intermediadores de mão-de-obra do País e essa parceria será fundamental para divulgarmos e ampliarmos as ofertas de emprego para os trabalhadores das cidades do Complexo Eólico Serra da Palmeira, reafirmando assim nosso compromisso com as comunidades em que estamos presentes e em consonância com nossa estratégia de sustentabilidade”, afirmou Ronan Max Prochnow, gerente de Sustentabilidade & ESG da CTG Brasil.

Quando entrar em operação, o Complexo Eólico Serra da Palmeira, na Paraíba, estará entre os maiores parques eólicos do Brasil e irá funcionar com novas tecnologias de geradores eólicos, contribuindo desta forma para a transição energética e economia de baixo carbono, temas relevantes para a CTG Brasil e para o país.

SECOM

Compartile:

Tags: