João Pessoa: 26 de fevereiro de 2024

Igreja Católica inicia celebração do Tríduo Pascoal; confira programação em João Pessoa

Publicado em: 6 de abril de 2023

Portal WSCOM

Começa hoje (6) e vai até o sábado (8) a celebração do Tríduo Pascal na Igreja Católica. Todas as celebrações em João Pessoa serão na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves.

Na Arquidiocese da Paraíba, Dom Manoel Delson, Arcebispo Metropolitano, irá presidir algumas das celebrações mais importantes.

Nesta quinta-feira, às 9h, Dom Delson preside a Missa dos Santos Óleos, com todo o clero.

“Todos os anos, na Quinta-feira Santa, as dioceses se reúnem em suas catedrais para a celebração da Missa do Crisma. Durante esta celebração, se abençoa o óleo dos catecúmenos, dos enfermos e se consagra o óleo do Santo Crisma. Daí o fato de a celebração ser também chamada de ‘Missa dos Santos Óleos’. Após o término do rito, os padres voltam para suas comunidades e levam a porção dos óleos para que possa ocorrer a prática dos sacramentos dos seus fiéis”, disse.

Ainda na quinta-feira, às 17h, Dom Manoel Delson, presidirá a Missa da Instituição da Eucaristia, também conhecida como Missa do Lava-pés.

“Missa da Ceia do Senhor, celebrada na tarde de quinta-feira, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e comemora a Última Ceia, na qual Jesus Cristo, na noite em que vai ser entregue, ofereceu a Deus Pai o seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou para os Apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes também oferecer aos seus sucessores. Nesta missa faz-se, portanto, a memória da instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Durante a missa ocorre a cerimônia do Lava-Pés que lembra o gesto de Jesus na Última Ceia, quando lavou os pés dos seus apóstolos. (João 13:1-13)”

Sexta-feira, o Arcebispo presidirá, às 15h, a cerimônia da Paixão do Senhor; logo em seguida, ele acompanhará a procissão do Senhor Morto pelas ruas do centro da cidade.

“Sexta-feira Santa, ou ‘Sexta-feira da Paixão’, é a Sexta-feira antes do Domingo de Páscoa. É a data em que lembramos o julgamento, paixão, crucificação, morte e sepultura de Jesus Cristo. 15 horas, horário em que Jesus foi morto. É a principal cerimônia do dia: a Paixão do Senhor. Ela consta de três partes: liturgia da Palavra, adoração da cruz e comunhão eucarística. Nas leituras, meditamos a Paixão do Senhor, narrada pelo evangelista São João (cap. 18), mas também, prevista pelos profetas que anunciaram os sofrimentos do Servo de Javé, Isaías (52,13-53). Ao contrário do que muitos pensam, a Paixão não deve ser vivida em clima de luto, mas de profundo respeito e meditação diante da morte do Senhor, que, ao morrer, foi vitorioso e trouxe a salvação para todos, ressurgindo para a vida eterna”.

No sábado, dia 8, Dom Delson presidirá a Vigília Pascal que se inicia às 18h.

“Também podemos chamar este dia de Sábado Santo, ou Sábado de Aleluia. Essa celebração é a mais importante de todas as celebrações cristãs, pois nela comemoramos a Ressurreição de Cristo. O Sábado Santo é celebrado no escurecer do dia com as luzes da Igreja apagadas, todo o povo se reúne na escuridão e na penumbra. Até que a Liturgia da Luz, com a benção do fogo, acende chama do Círio Pascal que vai alimentando as velas de todos os fiéis, e aquilo que antes era treva converte-se em luz! Dessa forma, a Igreja recorda que Cristo Ressuscitado é a luz do mundo”.

No domingo, dia 9, às 9h, Dom Delson preside a Missa de Páscoa. “É uma grande festa cristã, é a maior e a mais importante festa. Reunimo-nos como povo de Deus para celebrarmos a Ressurreição de Jesus Cristo, Sua vitória sobre a morte e Sua passagem transformadora em nossa vida”.

Compartile:

Tags: