João Pessoa: 15 de junho de 2024

Novidades nos serviços cartoriais geram economia de tempo e dinheiro aos usuários

Publicado em: 31 de março de 2023

O Brasil, segundo o Conselho Nacional de Justiça, acumula mais de 100 milhões de processos em tramitação. A desolação em ser mais um nessa longa fila, aliada a sempre necessária economia de tempo e dinheiro tem aumentado a cada dia o número de pessoas que recorrem a cartórios extrajudiciais para resolver rapidamente questões como inventários, sobrepartilha, usucapião, divórcios e testamentos. Inclusive, tudo isso pode ser feito de forma digital.

No caso de inventário, é possível suspender o processo judicial e realizar o procedimento de forma extrajudicial. Por desinformação, várias dessas vantagens deixam de ser aproveitadas. Outro exemplo é a doação com reserva de usufruto ou escritura pública de compra e venda com essa instituição.

Redução de 50%

São muitas as novidades de serviços prestados pelos cartórios extrajudiciais. Acerca de doação e inventário, recente lei estadual reduziu em 50% o Imposto sobre Transmissão “Causa Mortis” e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD), mas esse benefício tem prazo.

“É sobre esses e outros assuntos de utilidade pública que trataremos na entrevista do Tambaú Imóveis e Negócios deste sábado (1) com os tabeliães Danilo Borinato (titular) e Lucas Gonçalves (substituto) do 8º Cartório de Notas de Campina Grande – O Cartório da Prata”, afirmou o apresentador e advogado Rômulo Soares.

Participação via WhatsApp

O Programa vai ao ar todos os sábados pela TV Tambaú SBT, com transmissão simultânea pelo www.portalt5.com.br e traz sempre entrevistas com qualificados profissionais sobre importantes temas e proporciona participação dos telespectadores/internautas por meio do número (83) 99900-3844 (WhatsApp).

Além do Giro de Ofertas por conceituadas construtoras, incorporadoras e imobiliárias de empreendimentos voltados a clientes de diversas faixas de renda, um outro quadro que se destaca é o Momento Imobiliário, protagonizado pelo presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis, João Teodoro.

Tags:

Compartile: