João Pessoa: 24 de fevereiro de 2024

João Azevêdo recebe dirigente da Neoenergia, empresa responsável pelo Parque Eólico que terá o presidente Lula em sua inauguração dia 22

Publicado em: 16 de março de 2023

 

A Paraíba ganhará neste mês o primeiro complexo híbrido de energia solar e eólica autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Annel). No próximo dia 22 de março, o grupo Neoenergia inaugura o Parque Eólico Chafariz, no município de Santa Luzia, com a presença confirmada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Ministro das Minas e Energia, Alexandre Silveira, e do governador da Paraíba, João Azevêdo.

Nesta quarta-feira (15), o governador João Azevêdo recebeu o diretor de Relações Institucionais e Governamentais da Neoenergia, João Paulo Rodrigues, que apresentou a infraestrutura do complexo híbrido de energia eólica e solar, composto por 15 parques com 136 aerogeradores e com capacidade instalada de 471 MW. O investimento para a implantação do complexo foi de R$ 3 bilhões e contribuirá significativamente para a segurança do setor elétrico e do sistema energético de transmissão nacional.

O governador João Azevêdo ressaltou que o empreendimento trará benefícios econômicos e sociais para a Paraíba e toda a região Nordeste. “Mais uma vez a Paraíba parte na frente na área das energias renováveis, com esse grande e pioneiro complexo híbrido de geração de energia solar e eólica no município de Santa Luzia”.

De acordo com o diretor de Relações Institucionais e Governamentais da Neoenergia, João Paulo Rodrigues, o grupo decidiu investir na Paraíba pelo alto potencial da energia solar e eólica, de acordo com os estudos de diagnósticos que antecederam o empreendimento, e também pelo ambiente de negócios ofertado pelo governo do Estado.

“Esse empreendimento, além da importância para o setor elétrico e para a sociedade com a oferta de uma energia limpa, também traz um impacto econômico muito significativo com a geração de 3.500 empregos diretos e indiretos durante a construção. Agora com sua implantação, o empreendimento se integra também com as contrapartidas ambientais do uso do solo, do aproveitamento da mão de obra local e dos projetos sociais e educacionais em benefício da população do entorno do empreendimento”, avaliou João Paulo.

A infraestrutura de conexão da usina fotovoltaica Luzia será compartilhada com o Complexo Eólico Chafariz, com 15 parques que somam capacidade instalada de 471,2 MW e entraram em operação em 2022. A Neoenergia também está construindo na região linhas de transmissão adquiridas no lote 6 do leilão 002/2017 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O novo parque solar está localizado a aproximadamente 11 quilômetros da subestação Santa Luzia II, que integra o projeto.

Além dos parques solar e eólicos na Paraíba, a Neoenergia iniciou em outubro do ano passado, com antecipação de três meses, a construção do Complexo Eólico Oitis. Serão 12 parques entre a Bahia e o Piauí, totalizando 566,5 MW. No projeto, 96% da energia será comercializada no Ambiente de Contratação Livre, seguindo o novo modelo de negócios da companhia.

Compartile:

Tags: