João Pessoa: 27 de fevereiro de 2024

Profissionais do Instituto Cândida Vargas iniciam curso de Libras e formação vai garantir assistência mais humanizada

Publicado em: 10 de março de 2023

Foram iniciadas, na tarde desta quinta-feira (9), às aulas do curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) no Instituto Cândida Vargas (ICV). Os profissionais que atuam na unidade de saúde assistiram a primeira aula da capacitação oferecida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que visa garantir um atendimento mais humanizado às mães e aos acompanhantes.

“Estamos com uma expectativa muito boa para esse trabalho de inclusão que estamos tendo. Essas aulas vêm para somar com todo o trabalho humanizado que já realizamos no Instituto Cândida Vargas. Os profissionais vão contar com as facilitadoras Elliene Ferreira e Rosângela Maria Santana, que vão oferecer os conhecimentos sobre essa linguagem”, afirmou a coordenadora do Serviço Social do ICV, Liane Guerra.

O curso, que será concluído no mês de junho, tem a finalidade de melhorar a comunicação e a interação com as mulheres surdas que procuram os serviços do SUS no Instituto Cândida Vargas. A equipe multiprofissional vai garantir o entendimento e atendimento humanizado das demandas dessas mulheres. A formação vai acontecer todas as quintas-feiras, no auditório do ICV, e tem duração de 30 horas.

“Nossa expectativa são as melhores para passar nosso conhecimento de Libras para esses profissionais da área da saúde, melhorando essa comunicação entre o ICV e suas pacientes. Vamos colocar Libras nas mãos de cada um deles”, disse Rosangela Lima, ministrante do curso.

Poliana Dantas, que coordena o setor de psicologia do ICV, fez a inscrição para o curso, pois deseja ampliar sua comunicação com as pacientes. “A gente, que tem formação na área da saúde, precisa desse curso de Libras para poder atender melhor as pacientes que chegam. Estou com uma expectativa enorme de aprender e aplicar na nossa área, para tornar o Instituto ainda mais acessível e inclusivo”, destacou a participante.

Segundo a coordenadora da Área Técnica da Pessoa com Deficiência da SMS, Ingrid Sales, o objetivo da gestão é estender o curso para todas as unidades da saúde. “Queremos facilitar a inclusão das pessoas surdas nas unidades de saúde. Já tivemos nossa primeira turma, que acabou em fevereiro, onde participaram os profissionais das policlínicas. Agora, em parceria com o Instituto Cândida Vargas, abrimos nossa segunda turma”, contou.

Conteúdo – Durante o curso, os participantes vão aprender sobre os principais conceitos sobre surdez sob o ponto de vista médico e da comunidade surda, como interagir com o surdo, simulações de atendimentos nos serviços do município, sinais para construir frases em Libras, sinais relativos a pronomes, nome e sobrenome, números, entre outros assuntos.

Com encerramento programado para o dia 15 de junho, o curso vai entregar certificado para os concluintes.

  • Texto: Rômulo Teodorico
    Edição: Cristina Cavalcante
    Fotografia: assessoria

Compartile:

Tags: