João Pessoa: 15 de junho de 2024

Prefeito e vice-prefeita de Alhandra participam do I Fórum de Resíduos Sólidos Urbanos do Litoral Sul

Publicado em: 28 de fevereiro de 2023

O I Fórum de Resíduos Sólidos Urbanos do Litoral Sul foi realizado nesta terça-feira(28) no Anexo da Câmara Municipal de Alhandra, com a presença do prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, e da vice-prefeita, Zilda do Varejão. O encontro organizado por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente discutiu as ações integradas com a participação do Governo do Estado e os municípios de Pitimbu e Caaporã, além do Ministério Público, Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e o setor privado. Foram elencados pontos relacionados à problemática dos resíduos sólidos no Litoral Sul.

 

Após aberto o evento foi registrada a presença dos vereadores, irmão Beto (presidente da Câmara Municipal de Alhandra), vereador Francis de Ginaldo e o vereador Daniel Miguel. Além dos representantes do Poder Legislativo, estavam na solenidade, representantes do Governo do Estado.

 

Os debatedores foram o secretário municipal de Meio Ambiente, Edielson Nunes, o secretário de Meio Ambiente de Caaporã, Alfredo José e a secretária de Turismo e Meio Ambiente de Pitimbu, Michely Cristovam. O facilitador foi o consultor Paulo Dália.

 

Durante o encontro os chefes do executivo assinaram contrato se comprometendo em trabalhar com o objetivo de garantir os cuidados com o meio ambiente. O prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues, falou da alegria em sediar o evento. “Pra mim é uma satisfação e um prazer imenso poder o município de Alhandra proporcionar e promover o I Fórum de Resíduos Sólidos Urbanos do Litoral Sul para que a gente possa avançar e construir parcerias público privado e avançar com ações que trazem benefício ao meio ambiente. Promovendo e oferecendo melhores condições de vida a nossa população. Somos um município que tem compromisso e responsabilidade fazendo essa parceria com os municípios de Caaporã, Pitimbu, Ministério Público, Governo do Estado e iniciativa privada. O nosso litoral é muito rico com o que temos em nosso meio ambiente e para preservar precisamos destas parcerias pois juntos podemos fazer a diferença e beneficiar o meio ambiente”, disse o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Edielson Nunes, disse que é importante dar visibilidade a essa temática que é fundamental avançar. “Nós estamos dando visibilidade ao Litoral Sul e a Paraíba em relação aos resíduos sólidos. Hoje, nós temos um consórcio entre os municípios de Alhandra, Caaporã e Pitimbu sobre a destinação final dos resíduos sólidos que é um projeto do Governo do Estado com sede em Caaporã. Nós demos o primeiro passo e estamos avançando pois formalizamos a criação da cooperativa de catadores. Desapropriamos uma área de 5 hectares para que seja feito o pátio de compostagem. Estamos realizando todas as ações referente a resíduos sólidos para que assim possamos com o manejo correto e sustentável dos resíduos e a coleta seletiva oferecermos uma capacidade maior aos nossos catadores e também dignidade a essa função, a essa profissão que é tão discriminada”, disse Edielson Nunes.

 

Para o secretário executivo da Secretaria de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas, Radomécio de Souza, o fórum é um marco importante para o Litoral Sul da Paraíba. “É um marco importante para o Litoral Sul e para a Paraíba. Hoje estamos dando um passo muito importante na efetivação na política  nacional de resíduos sólidos. Especificamente em Alhandra, Caaporã e Pitimbu uma região muito importante, pois estão situados no litoral e tem aqui grandes indústrias. Essa discussão já vem acontecendo durante algum tempo e sendo agora um marco importante no que tange a assinatura de termo, pois isso significa o reconhecimento e a visibilidade dos catadores e a proteção ao meio ambiente. A partir de agora terá uma efetivação mais firme com essa política que passa a ser instituída pelos municípios, com elementos importantes, como: coleta seletiva e a logística reversa. Fazendo assim, o melhor proveito desses resíduos para o reuso para o reaproveitamento”, disse Radomécio.

 

Ele ainda comentou que também gerará oportunidade, pois aqueles que já trabalham como catadores, a partir de agora terão uma visibilidade e reconhecimento do poder público.

 

O consultor para o município de Alhandra, Paulo Dália, foi quem mediou o debate durante o fórum. “Estamos vivendo um momento histórico, por estarmos realizando o I Fórum com o tema voltado aos resíduos sólidos urbanos, essa problemática que tanto afeta as cidades. E já contamos com as ações dos três municípios de forma integrada buscando minimizar essa problemática. Temos também a participação das empresas e do Governo do Estado, que mostrar todo esse olhar e toda essa preocupação. Eu não poderia deixar de destacar os reconhecimentos, dos três municípios que de forma integrada, do trabalho prestado pelos catadores, na coleta, no transporte e na destinação. E esse reconhecimento se dará através da contratação das cooperativas  e associações para realizar esse serviço. Esse é um dos grandes gargalos para a implantação da política nacional de resíduos sólidos e hoje estamos dando esse passo, pois a nível de estado temos apenas Campina Grande”, disse Paulo Dália.

 

fonte: Secom

Tags:

Compartile: