João Pessoa: 18 de julho de 2024

Muriçoquinhas e bloco da Melhor Idade fazem encontro de gerações no pré-carnaval de João Pessoa

Publicado em: 13 de fevereiro de 2023

Um encontro de gerações marca a segunda-feira (13) de pré-carnaval em João Pessoa. O bloco Muriçoquinhas invade a Via Folia, a partir das 17h, e o bloco da Melhor Idade se concentra às 18h, no Busto de Tamandaré, local onde as agremiações reúnem os estandartes e caem na folia ao som de marchinhas e frevo.

Criado em 1992, a versão infantil das Muriçocas do Miramar, vai desfilar com o tema ‘Muriçoquinhas 2023, voando para a folia com emoção e alegria’. O bloco vai levar para a Via Folia dezenas de super-heróis, princesas, passistas, piratas, sereias e palhaços mirins, sempre acompanhados dos pais ou responsáveis, que se concentraram na Avenida Epitácio Pessoa – na altura da ladeira que vai para o Clube Cabo Branco.

Segundo a presidente do bloco, Eliane Holanda, a animação este ano fica por conta da banda pernambucana Barca Maluca, ala ursa, artistas circences e palhaços, além dos músicos Paulo Barreto, no violino; e Ivan Martins, na sanfona, tocando marchinhas e frevos.

A família da terapeuta, Ananda Pegado, tem uma longa história com o bloco das Muriçoquinhas. “Sempre vou para as Muriçoquinhas, desde quando minha filha, Maria Letícia, era pequena. Hoje ela tem 18 anos”, contou. Agora é o casula João Rodrigo, de 6 anos, que adora cair na folia. “Ele até já escolheu a fantasia. Quer ser o Thor”, completou. O casal, Ananda e Erlon, costuma encontrar com amigos, que são terapeutas, para brincar o carnaval e criaram o bloco ‘Incluídos na Folia’.

Já a pequena Maysa aguarda com ansiedade o bloco das Muriçoquinhas. “Virou uma data muito esperada porque minha filha ama dançar, ama fantasia, então passei a amar junto. Todo ano fica a expectativa de qual fantasia comprar para ela e esse ano, com 5 anos, ela já entende mais e já passou a escolher o que vai vestir no dia. Vai de frevo”, revelou Ozineide de Souza. “Acho uma festa muito bonita e saudável para as crianças, pois os pais se divertem junto”, disse.

Um dos momentos mais esperados é o encontro das Muriçoquinhas com o Bloco Melhor Idade. “É a coisa mais linda. No mundo só existe aqui. As crianças descem a avenida e encontram os avôs. Encontro de família, amor, confraternização. É belíssimo”, ressaltou Eliane Holanda.

Bloco da Melhor Idade – Esse ano o bloco da Melhor Idade cai na folia homenageando uma das tradicionais figuras da cultura popular: o Boi Bumbá. Celebrando 31 anos de criação, dentro da programação do Folia de Rua 2023, o bloco se concentra no Busto de Tamandaré ao som do frevo e de antigas marchinhas de Carnaval.

Formado, principalmente, por foliões acima dos 60 anos, o bloco da Melhor Idade foi criado em 1992, pela então empresária e ex-vereadora Creuza Pires (in memoriam). Mas o grupo se reúne o ano inteiro trabalhando com pessoas idosas em instituições de longa permanência da Capital. “Eles estão muito animados e com grande expectativa de se divertir nesse retorno da festa do Folia de Rua”, festejou Shilon Gama, presidente do bloco. “Depois desse período longo da pandemia sem o frevo no pé, sem essa alegria e descontração do Carnaval, eu acho que a gente vai ‘pegar fogo na avenida’”, disse.

Com animação do Trio Tambaú e da Orquestra Gambiarra do Frevo, os foliões do Melhor Idade se reúnem e permanecem concentrados no Busto de Tamandaré até a chegada do bloco Muriçoquinhas, que desce a Avenida Epitácio Pessoa até a orla. “É o auge da brincadeira, quando acontece o grande encontro de gerações, os estandartes se cruzam e as vovós encontram seus netinhos” descreveu.

O encontro com as Muriçoquinhas também é o melhor momento da folia para Verônica Ribeiro. “Participo há mais de 15 anos do Melhor Idade e nesses dois anos de pandemia nos fez muita falta porque é um momento de lazer, distração. A gente se sente jovem. Eu adoro. Tenho 70 anos com juízo de 15”, brincou a foliã.

“Gosto muito dessa alegria saudável e participar da festa com pessoas que compartilham da mesma satisfação e prazer, me faz bem”, opinou Mônica Gama, vice-presidente do bloco, que participa da festa há 12 anos. Ela aguarda o Folia de Rua com grande expectativa. “Estou bastante feliz, apesar de ter perdido colegas do grupo para a Covid. Depois de dois anos de pandemia estar na avenida com o bloco e celebrar a vida será algo que temos de comemorar com muita alegria”, finalizou.

Programação – Para conferir a programação completa com todos os blocos, clique no link: https://www.joaopessoa.pb.gov.br/carnaval2023/.

  • Texto: Ângela Costa
    Edição: Andrea Alves
    Fotografia: Arquivo Pessoal e Dayse Euzébio

Tags:

Compartile: