João Pessoa: 15 de junho de 2024

Paraíba gera saldo de 23.011 empregos formais em 2022, revela Caged

Publicado em: 1 de fevereiro de 2023

O mercado formal de trabalho paraibano encerrou 2022 com mais um saldo positivo de novos empregos formais com carteira assinada. Nos 12 meses do ano passado, o Estado gerou 191.472 admissões contra 168.461 desligamentos, resultando no saldo de 23.011 postos de trabalho, variação relativa de 5,3% sobre o estoque de empregos acumulado. Os números foram divulgados, nesta terça-feira (31), pelo Ministério do Trabalho e Emprego, no balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

Todos os setores apresentaram saldo positivo de contratações ao longo de 2022 na Paraíba. Os que mais contribuíram para o desempenho do mercado de trabalho foram os setores de serviços (11.910); comércio (4.607) e indústria (3.658). Na sequência, vieram os setores da construção (2.692) e o da agropecuária com um saldo positivo de 144 postos.

NOVE MESES DE SALDO POSITIVO – A Paraíba teve em 2022 nove dos doze meses seguidos com saldo positivo no mercado de trabalho com carteira assinada. Entre março a novembro o saldo foi positivo. Apenas os meses de janeiro, fevereiro e de dezembro (de ajuste) foram negativos, mas março (862); abril (2.463); maio (3.088); junho (3.684); julho (4.272); agosto (6.296); setembro (3.593); outubro (1.130) e novembro (2.544) foram positivo.

CENÁRIO REGIONAL – Todas as regiões do país tiveram saldo positivo na geração de emprego e também nas 27 unidades da federação. Entre as Regiões, a Sudeste liderou o saldo com 978.666 postos (crescimento de 4,67%); enquanto a do Nordeste ficou em segundo com 385.094 postos (5,89%); a região Sul, em terceiro, com saldo de 309.277 postos (alta de 4,05%); Centro-Oeste, em quarto, com 231.781 vagas (6,6%); e a Região Norte teve incremento de 119.141 empregos formais (6,17%).

Entre os Estados do Nordeste, a Paraíba ficou em quinto lugar em saldo de empregos (23.011). Os Estados da Bahia (120.446 ), de Pernambuco (68.012), do Ceará (67.011) e o Maranhão (40.410) ficaram com as quatro primeiras colocações. Já os Estados do Rio Grande do Norte (21.201), Alagoas (19.642), Piauí (12.729) e Sergipe (11.732) completam a lista da Região, ficando da sexta a nova posição, respectivamente.

O Brasil encerrou 2022 com um saldo positivo de 2.037.982 de vagas com carteira assinada, segundo dados do Caged. O resultado decorreu de 22.648.395 admissões e de 20.610.413 demissões.

SECOM

Tags:

Compartile: