João Pessoa: 22 de maio de 2024

Programação de fevereiro do Cine Banguê tem sete filmes em cartaz

Publicado em: 31 de janeiro de 2023

Portal WSCOM

O Cine Banguê exibe nova programação a partir desta quarta-feira (1º). Durante este mês, serão exibidos sete longas-metragens, sendo seis estreias e uma continuação. Entram em cartaz os filmes “A morte habita à noite”, “A mesma parte de um homem”, “Nossa Senhora do Nilo”, “A felicidade das pequenas coisas”, “Deserto particular” e “Eu estava em casa, mas…”. Estreia do mês passado, o infantil “Pequenos guerreiros” continua em cartaz em fevereiro. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e a bilheteria abre uma hora antes da exibição. O pagamento pode ser feito em espécie ou via Pix.

Dirigido por Eduardo Morotó, o filme “A morte habita à noite” traz a história Raul, um escritor desempregado, serve-se de outra taça de vinho enquanto um vizinho de cima salta para a morte. Sua namorada Lígia fica claramente mais aflita com o incidente, o que antes poderia ser mais facilmente digerido, agora não é mais. Durante uma noite conturbada, Raul conhece Cássia, uma jovem desgarrada e cheia de vida que faz com que ele ressignifique o amor e a morte, numa busca por almas gêmeas em um mundo cheio de melancolia.

Já o filme “A mesma parte de um homem” tem direção de Ana Johann e conta a história de Renata, que vive isolada no campo com sua filha adolescente e o marido, concebendo o medo como um sentimento corriqueiro. A chegada de um estranho desperta nela o desejo por tudo o que estava adormecido.

“Nossa Senhora do Nilo” é um filme dirigido por Atiq Rahimi. A história começa em Ruanda, 1973. Nossa Senhora do Nilo é um conceituado colégio interno católico situado no alto de uma colina, onde garotas são preparadas para pertencer à elite ruandense. Com a proximidade da formatura, essas meninas, sejam elas hutu ou tutsi, compartilham o mesmo dormitório e dividem sonhos e preocupações. Mas em todo o país, assim como dentro da escola, antagonismos profundos ecoam, mudando a vida dessas jovens —e de toda a nação— para sempre. Imagens de um simbolismo profundo fazem alusão à violência genocida que em 1994 tomaria conta de todo o país.

Dirigido por Aly Muritiba, “Deserto particular” acompanha a trajetória de Daniel, um policial exemplar que acaba cometendo um erro que coloca sua carreira em risco. Sem enxergar um horizonte em Curitiba, ele parte em uma jornada à procura de Sara, a mulher com quem ele se relaciona virtualmente e por quem está apaixonado. Este encontro o transformará inteiramente e mudará o seu próprio destino.

Dirigido por Eduardo Morotó, o filme “A morte habita à noite” traz a história Raul, um escritor desempregado, serve-se de outra taça de vinho enquanto um vizinho de cima salta para a morte. Sua namorada Lígia fica claramente mais aflita com o incidente, o que antes poderia ser mais facilmente digerido, agora não é mais. Durante uma noite conturbada, Raul conhece Cássia, uma jovem desgarrada e cheia de vida que faz com que ele ressignifique o amor e a morte, numa busca por almas gêmeas em um mundo cheio de melancolia.

Já o filme “A mesma parte de um homem” tem direção de Ana Johann e conta a história de Renata, que vive isolada no campo com sua filha adolescente e o marido, concebendo o medo como um sentimento corriqueiro. A chegada de um estranho desperta nela o desejo por tudo o que estava adormecido.

“Nossa Senhora do Nilo” é um filme dirigido por Atiq Rahimi. A história começa em Ruanda, 1973. Nossa Senhora do Nilo é um conceituado colégio interno católico situado no alto de uma colina, onde garotas são preparadas para pertencer à elite ruandense. Com a proximidade da formatura, essas meninas, sejam elas hutu ou tutsi, compartilham o mesmo dormitório e dividem sonhos e preocupações. Mas em todo o país, assim como dentro da escola, antagonismos profundos ecoam, mudando a vida dessas jovens —e de toda a nação— para sempre. Imagens de um simbolismo profundo fazem alusão à violência genocida que em 1994 tomaria conta de todo o país.

Dirigido por Aly Muritiba, “Deserto particular” acompanha a trajetória de Daniel, um policial exemplar que acaba cometendo um erro que coloca sua carreira em risco. Sem enxergar um horizonte em Curitiba, ele parte em uma jornada à procura de Sara, a mulher com quem ele se relaciona virtualmente e por quem está apaixonado. Este encontro o transformará inteiramente e mudará o seu próprio destino.

01/02 – quarta-feira – 20h30

04/02 – sábado – 18h

08/02 – quarta-feira – 20h30

13/02 – segunda-feira – 18h30

27/02 – segunda-feira – 20h30

 

A MESMA PARTE DE UM HOMEM (1h39min)

05/02 – domingo – 19h

06/02 – segunda-feira – 20h30

08/02 – quarta-feira – 18h30

12/02 – domingo – 16h

13/02 – segunda-feira – 20h30

 

NOSSA SENHORA DO NILO (1h33min)

02/02 – quinta-feira – 18h30

06/02 – segunda-feira – 18h30

12/02 – domingo – 18h

16/02 – quinta-feira – 18h30

25/02 – sábado – 16h

28/02 – terça-feira – 20h30

 

A FELICIDADE DAS PEQUENAS COISAS (1h50min)

02/02 – quinta-feira – 20h30

05/02 – domingo – 15h

14/02 – terça-feira – 18h30

23/02 – quinta-feira – 18h30

26/02 – domingo – 17h

28/02 – terça-feira – 18h30

 

DESERTO PARTICULAR (2h)

05/02 – domingo – 17h

07/02 – terça-feira – 18h30

09/02 – quinta-feira – 20h30

14/02 – terça-feira – 20h30

22/02 – quarta-feira – 19h

25/02 – sábado – 18h

26/02 – domingo – 19h

 

EU ESTAVA EM CASA, MAS… (1h45min)

01/02 – quarta-feira – 18h30

07/02 – terça-feira – 20h30

09/02 – quinta-feira – 18h30

16/02 – quinta-feira – 20h30

23/02 – quinta-feira – 20h30

27/02 – segunda-feira – 18h30

 

Continuação

PEQUENOS GUERREIROS (1h15min)

04/02 – sábado – 16h

11/02 – sábado – 16h

26/02 – domingo – 15h

Tags:

Compartile: