João Pessoa: 1 de março de 2024

Dirigentes de companhias do Nordeste visitam termoelétrica que utiliza gás natural fornecido pela PBGás

Publicado em: 28 de janeiro de 2023

Compartilhar no Facebook
Tweet

publicado: 27/01/2023

WhatsApp Image 2023-01-27 at 17.16.10.jpeg
PHOTO-2023-01-27-17-16-10.jpg

 

Dirigentes das companhias de gás do Nordeste visitaram, nesta sexta-feira (27), a termoelétrica Epasa, que utiliza o gás natural fornecido pela Companhia Paraibana de Gás (PBGás) para o funcionamento de suas caldeiras. O grupo, que participou do Encontro das Distribuidoras de Gás Natural do Nordeste, nesta quinta e sexta-feira, em João Pessoa, foi recebido pelo presidente da Termoelétrica Epasa, José Ferreira Abdal Neto, que apresentou a empresa e os planos para participação dos próximos leilões para fornecimento de energia elétrica.

O diretor-presidente da PBGás, Jailson Galvão, que também coordena o Comitê de Petróleo e Gás da Câmara de Energia do Consórcio Nordeste, afirmou na ocasião que o gás natural tem um papel fundamental para o funcionamento das termoelétricas e que a PBGás trabalha na perspectiva de ampliar o fornecimento do gás canalizado para o funcionamento dos motores da usina garantindo uma maior segurança energética e um maior consumo de gás, o que é fundamental para o crescimento tanto da PBGás quanto da Epasa.

Em 2019, a PBGás conectou as caldeiras da Epasa ao gás natural canalizado e a usina junto com a PBGás implantou um grupo de trabalho para o desenvolvimento de um projeto de ampliação do uso do gás natural para seus motores, o que irá melhorar o processo produtivo, gerar economia e reduzir a emissão de poluentes no meio ambiente.

O diretor presidente da Epasa, José Ferreira Abdal, destacou que essa visita dos representantes das distribuidoras de gás do Nordeste foi algo importante, já que a Usina tem seus motores movidos a óleo, mas existe um projeto para que toda a usina passe a funcionar com gás natural. “A vinda dos dirigentes do gás natural aqui é positiva para mostrar que a usina tem fôlego para operar de 20 a 30 anos e que a parceria com a PBGás reflete um interesse mútuo”, destacou.

Além do presidente da PBGÁS, Jailson Galvão, participaram da visita os presidentes da Algas (AL), Edilberto Omena; do Conselho de Administração da Abegás, Hugo Figueiredo e Graziela Campista e Alexandre Tranzillo, representando a Bahiagás, Luiz Gavazza.

Encontro das Distribuidoras de gás do Nordeste – Questões estratégicas como os editais das chamadas públicas compartilhadas para aquisição de gás natural, projetos sobre utilização do hidrogênio verde e os desafios para o fortalecimento do gás nos estados nordestinos foram tratados no Encontro das Distribuidoras de Gás Natural do Nordeste em João Pessoa-PB, nessa quinta-feira (26), primeiro dia das discussões.

A programação foi aberta pelo secretário executivo de Energia da Secretaria de Infraestrutura e dos Recursos Hídricos do Governo da Paraíba, Robson Barbosa, e pelo diretor-presidente da PBGás, Jailson Galvão. Durante o evento também foram apresentados os novos presidentes da Companhia de Gás de Sergipe (Sergas), José Matos; e da Companhia de Gás do Ceará (Cegás), Cissa Maia.

Jailson Galvão disse que o encontro foi inspirado na reunião dos governadores do Nordeste, realizada na semana passada também em João Pessoa, no sentido de definir as ações articuladas na região e dentro da realidade de cada estado para desenvolvimento do gás natural. Ele destacou a realização de chamadas coordenadas para aquisição de gás natural como estratégia de melhoria da competitividade do gás natural em todos os segmentos. “Enxergamos um bom momento para o fortalecimento do gás natural tendo em vista a expectativa de uma nova política de preços dos combustíveis a ser estabelecida pela Petrobras”.

O secretário executivo de energia do Estado da Paraíba, Robson Barbosa, explicou que o gás natural faz parte da transição energética e é tratado como prioridade pelo Governo do Estado por ser fundamental para o desenvolvimento das indústrias e do segmento comercial. Robson informou que já existe um grupo de trabalho que estuda a ligação com o hidrogênio verde e para mapear as oportunidades no Estado. “O hidrogênio verde oferece muitas oportunidades e pode ser um aliado na melhoria do preço do gás natural fornecido no Estado”.

O evento contou com a participação dos representantes das companhias de gás canalizado do Nordeste: os diretores presidentes da Algás, José Edilberto Omena; da BahiaGás (BA), Luiz Gavazza; da Cégas (CE), Cissa Maia; da Copergás (PE), André Campos; da Sergas, José Matos; da PBGás, Jailson Galvão, além do secretário de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia de Sergipe, Valmor Barbosa Bezerra; e do secretário executivo de Energia da Secretaria de Infraestrutura e dos Recursos Hídricos do Governo da Paraíba, Robson Barbosa; do presidente do Conselho de Administração da Abegás e novo presidente do Porto de Pecém (CE), Hugo Santana, e de representantes da Potigás (RN).

 

Compartile:

Tags: