João Pessoa: 1 de março de 2024

Uso de máscara volta a ser obrigatório em ambientes fechados no Piauí após aumento de casos de Covid

Publicado em: 29 de novembro de 2022

A determinação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (28).

 

 

 

A governadora do Piauí, Regina Sousa, assinou decreto determinando o uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados, públicos ou privados para conter o avanço da Covid-19 no estado. Desde agosto, o uso não era mais obrigatório.

O documento foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (28). Para a determinação da obrigatoriedade, a governadora considerou a recomendação do Comitê de Operação Emergenciais (COE) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi).

O COE recomendou o uso obrigatório de máscara devido ao aumento de casos positivos da Covid-19. De acordo com o boletim semanal epidemiológico da Sesapi, o estado registrou crescimento de 37% dos casos na semana entre os dias 13 e 19 de novembro.

Permanece facultativo o uso de máscaras em espaços abertos e semiabertos, com exceção de idosos e imunossuprimidos, para os quais o uso de máscaras permanece obrigatório em qualquer espaço.

Ainda conforme o decreto, farmácias e drogarias que comercializam autoteste para Covid-19 ficam obrigadas a informar semanalmente a quantidade de testes vendidos à Diretoria de Vigilância Sanitária do estado do Piauí (Divisa).

Decretos anteriores sobre o uso do equipamento

O uso de máscaras tornou-se obrigatório no Piauí em 22 de abril de 2020, com um decreto que obrigou o uso em locais abertos e fechados.

O uso permaneceu obrigatório até 12 de abril de 2022, após algumas mudanças nas regras, o estado flexibilizou de vez uso de máscaras em locais fechados. O uso voltou a ser obrigatório em 16 de junho.

Em agosto deste ano, um decreto pôs fim à obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados no Piauí.

Capital voltou a registrar morte

Teresina registrou uma morte por Covid-19 no dia 19 de novembro, após quase um mês e meio sem registros de óbitos pelo coronavírus na cidade. A última vítima da doença na capital havia falecido no dia 7 de outubro.

Os dados, disponíveis boletim do Comitê de Operações Emergenciais (COE) da Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS), informam ainda que de uma semana para a outra, o crescimento de casos confirmados de Covid-19 foi de 500% na capital.

Compartile:

Tags: