João Pessoa: 20 de maio de 2024

Mercado Imobiliário deverá ter Frente Parlamentar na Assembleia Legislativa da PB

Publicado em: 23 de novembro de 2022

Esta será uma das primeiras ações do deputado estadual eleito George Morais ao assumir seu primeiro mandato no próximo mês de janeiro. A afirmação foi dada pelo próprio na manhã desta quarta-feira (23) durante visita ao presidente do Creci-PB, Ubirajara Marques, na Sede do Órgão, em João Pessoa.

“A reunião foi das mais produtivas, pois tive a oportunidade de apresentar ideias e colher sugestões acerca de um setor que, junto à construção civil, é verdadeira mola propulsora da economia, ao, por exemplo, gerar emprego e renda”, destacou George. Ele acrescentou que, nesse contexto, pretende incentivar outras ações em setores como de comércio e de turismo, nos quais a atuação dos profissionais do mercado imobiliário repercute positivamente.

Por sua vez, o presidente Bira, como é mais conhecido, agradeceu pela iniciativa e apoio a pautas como essa, que são prioritárias em sua gestão, junto à intensificação da fiscalização, voltadas ao cada vez melhor funcionamento do mercado imobiliário, fortalecimento da categoria e efetivo combate ao exercício ilegal da profissão.

Para o 1° diretor-secretário Glauco Morais, que também participou do encontro, é chegado o momento de o mercado imobiliário ser também levado a sério pelas casas legislativas estaduais e municipais, assim como acontece no Congresso Nacional.

Discussão mais ampla

“O aquecimento do setor pressupõe uma discussão mais ampla, de modo que as empresas do setor e as entidades representativas precisam contar com suporte legislativo e político dos parlamentares. Essa é a nossa expectativa e esperamos que o deputado eleito George Morais possa encabeçar, na próxima legislatura, a criação e instalação da frente parlamentar do mercado imobiliário na assembleia legislativa da Paraíba”, concluiu.

Participaram ainda da visita o diretor de integração regional Tarcísio Galdino, os conselheiros estaduais Luiz Gerson Dantas Junior (coordenador adjunto de fiscalização da região Cariri;Curimataú), Wagner Barbosa (coordenador da Turma de Julgamento) e Roseli Cavalcanti, o ouvidor Carlos Chagas e o superintendente Gustavo Beltrão.

Tags:

Compartile: